PHOTO-2018-05-23-15-20-06.jpg?fit=1040%2C780&ssl=1

A ideia de levar os residentes do Lar Madre Regina ao aeroporto surgiu após a oficina de memória, que foi realizada no dia 17 de maio. Ministrada pela psicóloga do LMR, Flávia Prado, e pela voluntária Rita Amaral, o encontro teve como tema ‘Viagem’.

O objetivo do passeio foi trabalhar funções cognitivas que são afetadas durante a velhice como, por exemplo, a memória, atenção, raciocínio e praxia. Ao trabalhar essas funções, pode-se melhorar a autonomia e a qualidade de vida dos residentes, proporcionando também a sociabilização, melhorando a autoestima e trazendo atualização cultural e social aos idosos.

 


2018-05-04-PHOTO-00000280.jpg?fit=1200%2C900&ssl=1

Em palestra realizada no Lar Madre Regina, a fisioterapeuta Marta Cristina da Silva reuniu trinta alunos do 5º semestre de Fisioterapia da Universidade de Guarulhos (UNG). A palestra foi realizada no LMR com o objetivo de apresentar aos estudantes como a Fisioterapia funciona na saúde do idoso.

Entre os temas abordados, ele puderam ouvir o que é uma Instituição de Longa Permanência, como ela funciona e seus objetivos. Ainda, quais as características dos idosos, como é composta a equipe e como ela trabalha com ênfase na Fisioterapia. O encontro terminou com um momento de conversa entre os idosos e os estudantes.


2018-04-11-PHOTO-00001643.jpg?fit=1200%2C899&ssl=1

Os idosos do Lar Madre Regina visitaram a Sala São Paulo, localizada na Praça Júlio Prestes, no centro da capital paulista. A sala de concertos já foi uma estação de trem e hoje é patrimônio histórico e de beleza arquitetônica única, o que proporcionou aos residentes uma verdadeira viagem no tempo.

Durante a visita monitorada, os idosos puderam recordar histórias de suas vidas, como na época em que passavam pela antiga estação de trem e no velho centro da cidade de São Paulo. Esse tipo de atividade tem o objetivo de trabalhar a memória, a integração grupal e o encontro entre o antigo e o novo.

Dona Yvonne, residente do LMR, brincou ao dizer que a Sala São Paulo tem a idade dela: “nasci em 1926, esse lugar está tão conservado quanto eu”, brincou. Em meio a elogios, seu João afirmou que “a arquitetura é belíssima”; e dona Vera gostou mesmo foi do passeio: “gostei muito, o lugar é bonito, o passeio foi tranquilo e agradável”, completou.


2018-03-24-PHOTO-00000120.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

Alunos de diferentes séries do Colégio Central, em Guarulhos, dividiram-se em três grupos e visitaram o Lar Madre Regina, nos dias 18, 24 e 28 de março.  Além dos estudantes, a Subsecretária de Assistência Social do município de Guarulhos, Claudia Pappoto, também participou das reuniões.

Com apoio da Secretaria e do Centro de Convivência de Idosos de Guarulhos, que também enviou representantes, os estudantes cantaram e tocaram instrumentos de cordas para os residentes do LMR; na ocasião, uma das professoras fez uma apresentação de dança cigana. Os alunos também organizaram uma campanha de doação de fraldas e produtos de higiene pessoal e entregaram as doações durante o encontro.

O objetivo do Colégio, com iniciativa do professor Lúcio Reis, é mostrar aos alunos a realidade de idosos institucionalizados, suas necessidades e particularidades próprias do envelhecimento, buscando desenvolver na juventude uma visão otimista e respeitosa aos idosos.


2018-03-28-PHOTO-00000736-1.jpg?fit=1200%2C899&ssl=1

Os residentes do Lar Madre Regina tiveram a oportunidade de realizar um passeio diferente no dia 28 de março: uma visita ao Bosque Maia. Os benefícios são muitos, tanto para a saúde física, quanto emocional. O objetivo do passeio foi promover o contato com a natureza, o que é de grande importância para a saúde dos idosos. Além disso, esse tipo de atividade proporciona uma pausa na rotina, o que ajuda a esvaziar a mente e permite, assim, um momento de relaxamento.


2018-03-28-PHOTO-00000753.jpg?fit=780%2C1040&ssl=1

Idosos do Lar Madre Regina participaram de um evento organizado pelo Projeto Velho Amigo, no badalado salão de beleza Jacques Janine. Durante o dia 26 de março, os residentes puderam cortar e tingir os cabelos, fazer escova e receberem o atendimento de manicure. Além disso, foram recepcionados com um coquetel de lanches e muito carinho de todos colaboradores que participaram da ação.

O projeto, além de proporcionar um dia de cuidados com a beleza, trouxe de volta a autoestima dos residentes, como dona Dirce, 77 anos, que ao se olhar no espelho disse que voltou a ser ela mesma. Já, Yvonne, 91 anos, feliz pelo passeio, afirmou: “além de me cuidar, voltei a ver minha terra São Paulo, a rua Augusta, que saudade. E fui muito bem tratada”.

 


2017 - Associação Congregação de Santa Catarina - Todos os direitos reservados.