Erwin-Wurm2.jpg?fit=1032%2C581&ssl=1

Os idosos do Lar Madre Regina (SP) visitaram, no mês de março, a exposição “O Corpo é a Casa”, do artista austríaco Erwin Wurm, no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro de São Paulo. Wurm produz, em suas obras, um deslocamento de elementos do cotidiano para o campo da arte, reconfigurando objetos familiares como casas, carros, roupas e alimentos para um contexto inesperado, engraçado e ao mesmo tempo crítico em relação à sociedade contemporânea.

A exposição apresenta uma série de trabalhos que discute o corpo humano não apenas a partir do físico, mas também de suas camadas psicológicas e espirituais. Para o artista, a casa é parte do nosso corpo: ela é uma espécie de pele que nos protege, assim como o carro ou a roupa. Em suas obras, esses elementos inanimados ganham vida orgânica – uma residência obesa, um vaso sanitário magro, uma salsicha cheia de personalidade, um carro acima do peso. Os objetos falam sobre eles próprios, mas falam ainda mais sobre cada um de nós.

O corpo e o comportamento humano estão também em discussão em suas “Esculturas de Um Minuto”, onde o público é convidado a seguir instruções para que se torne, ele mesmo, uma escultura do artista durante 60 segundos, em uma espécie de performance não planejada.

Erwin Wurm1
Erwin Wurm3

2017 - Associação Congregação de Santa Catarina - Todos os direitos reservados.